quarta-feira, 21 de julho de 2010

Nova série de postais

Na conjugação de vários postais, surgem novos graus de transparências, sobreposições, em que a luz e a sombra, o contraste e o brilho ganham um novo significado, originando uma nova direcção estrutural.

(cada 1€, a partir de 4 postais oferta de 1)

Palavras dispersas

Verde verdejante

Em busca de um sentido...

Submerso intenso

Raízes libertas

A porta de saída

Val a pena viver um sábado intensamente

Viva!!


Conto com a V. presença na feira Porto Belo!

Na praça Carlos Alberto, das 14h às 19h...


...até sábado

quarta-feira, 14 de julho de 2010

+ um intenso sábado na feira Porto Belo

Meus caros,
 
É como muita satisfação que vos convido para mais uma feira Porto Belo!!!
Apareçam das 14h às 19h na Praça Carlos Alberto.
 
Até sábado

terça-feira, 13 de julho de 2010

A origem do nome Intenso da Mente


O nome Intenso da Mente surgiu às 8h da manhã depois de uma noitada. Enquanto tomávamos o pequeno-almoço, ao pegar no pacote de açúcar, olhei fixamente para a palavra "intensamente" e lancei o mote...um amigo perguntou e se fosse Intenso da Mente?! Aderi de imediato...

domingo, 11 de julho de 2010

"Da discussão nasce a luz" - Colar em PVC (10€)

Vistas da banquinha»»Porto Belo»»10 Julho

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Postal virtual...venha ver ao vivo e a cores

Tem alguma ideia em mente....partilhe!!!

Fernando Pessoa

O valor das coisas, não está no tempo que elas duram...Mas na intensidade com que elas acontecem...

Como a mente não pára mais um intenso Porto Belo!!!

Sábado dia 10 de Julho, das 14h às 19h na Praça Carlos Alberto...conto com a V. presença!!!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Organização mental intensa

As colagens originais que deram lugar aos individuais...

Eis algumas das colagens originais que deram lugar aos individuais e serviram de base para os pins, pregadeiras, marcadores de livros, blocos e tantos outros... (cada colagem original emoldurada 100€)

Ímans exemplificativos

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Uma filosofia do Design

“ Pode ser que a consciência da caducidade de tudo o que é criado contribua para determinar uma situação futura em que as coisas sejam projectadas com um pouco mais de responsabilidade, dando espaço a uma cultura em que os objectos de uso sejam cada vez menos obstáculos e cada vez mais veículos de relação interpessoal. Uma cultura com um pouco mais de liberdade.”